De acordo com a Agência Sindical a Plenária Nacional dos Trabalhadores na Indústria, que acontece nesta sexta (29), em São Paulo, conta com a presença de cerca de 1.500 participantes entre dirigentes de Centrais, Federações, Confederações e Sindicatos. O movimento faz parte da iniciativa Brasil Metalúrgico para unificar estratégias contra as reformas da Previdência e, especialmente, a trabalhista.
A plenária reúne todas as federações, sindicatos e confederações de metalúrgicos do país com o apoio da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), CSP-Conlutas, Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, Intersindical, União Geral de Trabalhadores, Central dos Sindicatos Brasileiros e Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB).
No final haverá a leitura de um documento com as principais ações que serão tomadas pelo movimento. Também foi indicada a data de 10 de novembro, véspera da entrada em vigor da reforma trabalhista (Lei 13.467/2017), como um Dia Nacional de Lutas contra os ataques aos direitos desferidos pelo governo Temer.

“Vamos mostrar que estamos aqui com os punhos cerrados em defesa dos empregos que foram roubados do povo brasileiro”, ressaltou Marcelinho Rocha, presidente da Federação de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (Fitmetal) Marcelino da Rocha durante a plenária.

Do Portal Vermelho com Agência Sindical